terça-feira, 24 de maio de 2016

Vem safadão! a pedido do público a prefeitura de irecê confirma Wesley Safadão no maior são joão do Brasil

13260151_939102686188850_8188269764048605602_n
O maior fenômeno da música brasileira já tem presença confirmada no São João de Irecê. Wesley Safadão também vai se apresentar no maior São João do Brasil. Com sucessos como Coração Machucado, Camarote, A Dama e o Vagabundo e Tim Tim, Safadão promete uma grande apresentação no Arraiá das Caraíbas na Praça Clériston Andrade. A apresentação será na abertura da festa, no dia 22 de junho, dia em que também vai se apresentar a banda Magníficos. Confira como ficou a programação:
Dia 22 – Wesley Safadão, Magníficos e artistas locais
Dia 23 – Pablo, Bonde do Forró e artistas locais
Dia 24 – Eduardo Costa, Os Gonzagas e artistas locais
Dia 25 – Lucas Lucco, Tio Barnabé e artistas locais
Dia 26 – Amado Batista, Sandro Becker e artistas locais

Parque Nacional da Chapada Diamantina tem novo foco de incêndio

downloadBrigadistas e analistas ambientais do Parque Nacional da Chapada Diamantina confirmaram, nesta segunda-feira (23), a existência de um foco de incêndio florestal dentro do parque, na região conhecida como Gerais do Rio Preto, nos arredores da entrada para o Vale do Pati.
De acordo com o analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), César Gonçalves, o fogo foi detectado pela manhã na área situada perto do distrito de Guiné, dentro dos limites do município de Mucugê, e uma equipe com 12 pessoas passou o dia no combate.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

OAB pode propor ação civil cobrando do poder público a recuperação do rio São Francisco

rio-sao-francisco-seco-750x410A OAB Nacional analisará a possibilidade de ingressar com ação civil pública cobrando do poder público a recuperação e preservação das bacias do rio São Francisco, afetadas pela transposição de suas águas. Também poderão ser realizadas audiências públicas pela Ordem nos Estados envolvidos na operação, uma das maiores e mais polêmicas obras realizadas no país. As decisões foram tomadas pelo Conselho Pleno em reunião nesta terça-feira (17).
O Conselho Pleno encaminhará à Comissão Nacional de Direito Ambiental os debates realizados na sessão e outros entendimentos da entidade ao longo dos anos sobre a transposição do São Francisco, tema que a OAB tem acompanhado de perto, inclusive propondo ações efetivas de controle e cobrança.
Segundo o presidente nacional da Ordem, Claudio Lamachia, a transposição é irreversível, pois mais de 80% das obras foram concluídas, a um custo superior a R$ 8 bilhões. “Não podemos brigar pela paralisação da obra, temos agora que focar na cobrança dos compromissos assumidos pelo poder público de recuperar as fozes do rio São Francisco e seus mananciais, que estão morrendo a uma velocidade assustadora. Este é o rio da integração nacional, banhando diversos Estados, e não pode padecer do descaso dos governantes”, afirmou.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Caravanas de saneamento na Bacia do São Francisco visitam Irecê

1936251_957670667673652_506621006084611214_nNa semana passada um grupo de ambientalistas e técnicos de meio ambiente liderados pelo renomado professor phd da Universidade Federal da Bahia, Roberto Santos Moraes, co-autor do Panorama Nacional de Saneamento, visitaram o aterro sanitário de Irecê e constataram o comprometimento da estrutura.
A obra orçada em quase R$ 3,5 milhões (obra do aterro sanitário + remediação do lixão) e mais os equipamentos para a operacionalização doados pela Codevasf de mais de R$ 1 milhão (Trator esteira, caminhão basculante e retroescavadeira).
Objeto de um convênio firmado entre a Codevasf e a Prefeitura Municipal de Irecê-BA, abrangendo os municípios de Central, Irecê, João Dourado, Jussara, Lapão, Presidente Dutra, São Gabriel e Uibaí, atendendo uma população de mais de 150 mil habitantes. Os recursos repassados e fiscalizados pela Codevasf são oriundos do Programa de Revitalização de Bacias Hidrográficas.
Característica Técnicas –  O Aterro Sanitário da Região de Irecê constava de 5 células para disposição dos resíduos sólidos, além de 2 células de resíduos de saúde, ao todo poderá acumular 1.285 m3 de resíduos. O Aterro possuía instalações de administração, guarita, sala de controle, balança, estacionamento e Sistema de Coleta de Gás, cinturão verde e paisagismo. BENEFÍCIOS QUE SERIAM ALCANÇADOS – Com a OPERAÇÃO do Aterro, a região de Irecê teria maior proteção das suas águas superficiais e subterrâneas, proteção do solo, redução de doenças e vetores, diminuição de odores desagradáveis, redução do risco de saúde aos catadores, redução da transmissão de patogênicos por via hídrica (tanto na criação de animais, como na alimentação humana), melhoria estética e possibilidade de uso futuro da área.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Entrega de cisternas beneficiará 2.400 famílias no território de Irecê

52300564A população do município de Lapão recebe nesta quinta-feira (19), 14h, em evento na Câmara Municipal, 1.669 equipamentos para acesso à água de consumo e produção, em municípios do Território de Identidade de Irecê. O investimento superior a R$ 12,5 milhões beneficiará 2.400 famílias dos municípios de Lapão, América Dourada, Jussara, São Gabriel, João Dourado, Ipupiara, Mulungu do Morro e Cafarnaum.
De acordo com informações da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), são 1.074 estruturas hídricas como cisterna de produção, barreiro de trincheira familiar e comunitário, limpeza de aguada, tanque de pedra e barragem subterrânea. Os demais 595 equipamentos são cisternas destinadas à captação de água para consumo humano.
O titular da SJDHDS, Geraldo Reis, fará a entrega dos equipamentos. A implantação das cisternas é resultado da parceria entre a SJDHDS, a Ação Social Diocesana de Irecê, o Centro de Assessoria do Assuruá, a Cooperativa Agropecuária Mista de Barro Alto e a Cooperativa do Piemonte da Diamantina.
Fonte: Ascom/Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS)

Senado aprova MP que prorroga dívidas rurais

milho-estiagem-rio-grande-do-sul-20120108-size-598O plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (17) a Medida Provisória (MP) 707/15, que reabre prazos e concede benefícios para a quitação ou renegociação de dívidas rurais. A MP original, em vigor desde dezembro do ano passado, prorrogou o prazo do fim de 2015 para o fim de 2016 para evitar que mutuários com pagamentos em atraso fossem cobrados judicialmente ou suas dívidas encaminhadas à Dívida Ativa da União.
Uma das emendas aprovadas antes da MP chegar ao Senado concedia anistia de multas pelo atraso na entrega da Guia de Recolhimento do FGTS (Gfip), ainda que somente informativa, no período de 27 de maio de 2009 a 31 de dezembro de 2015.
No entanto, durante a análise dos requisitos constitucionais da MP, os senadores retiraram essa emenda, considerada um “jabuti”, ou seja, sem conexão com o tema original da medida provisória. Por ser considerada sem “pertinência temática” a emenda foi retirada do texto sem que ele precise retornar à Câmara dos Deputados. O texto seguirá para sanção do presidente da República em exercício, Michel Temer (PMDB).