quinta-feira, 28 de julho de 2016

DIA DO AGRICULTOR


O Blog Baixio de Irecê vem parabenizar a todos aqueles que colhem da terra o pão de cada dia !

28.07 

DIA DO AGRICULTOR 

Feira de agricultura familiar acontece no município de Souto Soares

Nesta quinta-feira (28) os produtores da agricultura familiar terão oportunidade de divulgar, comercializar e mostrar o potencial de produção de Souto Soares, município da Chapada Diamantina.
Na feira que acontece lá, como primeiro evento do Comitê Municipal de Políticas Públicas Culturais, serão comercializados derivados da mandioca e do milho, artesanatos, acontecerão apresentações culturais e musicais.
A abertura oficial do evento acontecerá às 8h. No primeiro dia os expositores devem ficar até a meia-noite e na sexta (29), a feira ocorre de 8h às 12h.

sábado, 23 de julho de 2016

Abertas inscrições para 3.943 vagas em cursos técnicos gratuitos do IFBA com vagas para Irecê

ifbadEstão abertas a partir desta sexta-feira (22) as inscrições para o processo seletivo 2017 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA). As mais de três mil vagas são para cursos técnicos integrados e superiores, com inscrições feitas pelo site do IFBA até o dia 15 de setembro.
A inscrição tem o valor de R$ 30, mas, caso o candidato seja egresso de escola pública, é possível solicitar a isenção parcial da taxa no período de 22 de julho a 18 de agosto, podendo conseguir desconto de até 90% e pagar apenas R$ 3 pela inscrição. As provas vão ser aplicadas no dia 20 de novembro, das 8h às 12h.
São oferecidas 3.943 vagas dos cursos técnicos nas formas integrada e subsequente, disponíveis em 19 cidades da Bahia: Barreiras, Brumado, Camaçari, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Amaro, Seabra, Simões Filho, Valença, Vitória da Conquista. Para obter mais informações, mande e-mail para selecao2017@ifba.edu.br ou ligue para (71) 2102-0474 ou 2102-0470.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

BNB recebe 40 projetos para geração de energias renováveis na Bahia

Energia-Solar-Geosolares-ilheus-Aladin-01-1140x445Menos de quatro meses depois de ter sido autorizado pelo Ministério da Integração Nacional a voltar a financiar a geração de energia renovável, o Banco do Nordeste (BNB) já recebeu somente na Bahia cerca de 40 projetos de empresas em sociedades de propósito específico (SPE) em busca de recursos para a construção de sistemas eólicos e solares. O banco agora financia, além de empresas, projetos individuais de pessoas físicas e até mesmo de condomínios e associações, sejam na zona rural ou urbana.
Foi criada, inclusive, uma linha de crédito específica para a micro e a minigeração distribuída de energia elétrica, usando recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste. O chamado FNE Sol, como a linha foi batizada, chega ao mercado com condições animadoras em tempos de dinheiro escasso: o investimento pode ser financiado em até 100%, com bônus de adimplência de 15% e juros entre 9,5% a 15,5% ao ano.
No caso de projetos de grande porte nos setores de biomassa, energia eólica, energia solar fotovoltaica e pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), há também recursos disponíveis, mas em outras condições: financiamento de até 60% do valor, com prazo de até 20 anos e carência de até oito anos, com taxas de juros de 12,95% e bônus de adimplência de 15%.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

GOVERNO INVESTE US$ 100 MI PARA PROMOVER O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL



 
Por meio do Projeto Pró-Semiárido, da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o Governo do Estado realizará investimentos da ordem de US$ 100 milhões para promover o desenvolvimento rural sustentável, com inclusão produtiva, e geração de emprego e renda. O incentivo à agricultura familiar é financiado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), da Organização das Nações Unidas (ONU). O lançamento do projeto será feito pelo governador Rui Costa, nesta segunda-feira (11), no município de Juazeiro.
 
Através do projeto, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), serão construídos sistemas de abastecimento de água e agroindústrias, e proporcionada a formação técnica e atuação de profissionais capacitados em redes de cooperação socioprodutiva, a partir de demandas apresentadas pelas comunidades rurais. As ações compõem um conjunto de compromissos do Estado na busca por mais avanços na erradicação da pobreza na região do semiárido baiano.
 
Serão contempladas diretamente 460 comunidades de 32 municípios em cinco territórios de identidade. O critério de seleção dessas comunidades foi baseado nos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), na densidade dos imóveis, menores que 20 hectares, e do número de emissões de Declarações de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento à Agricultura Familiar (Pronaf).
 
Das 460 comunidades, 40 são quilombolas, 67 de fundo de pasto, 57 assentamentos rurais e 296 comunidades de agricultores e agricultoras familiares. Entre as cidades que serão contempladas pelo projeto Pro-Semiárido estão Capim Grosso, Quixabeira, Várzea do Poço, Caem, Jacobina, Mirangaba, Ourolândia, Saúde, Serrolândia, Umburanas, Várzea Nova, Miguel Calmon, Andorinha, Antônio Gonçalves, Caldeirão Grande, Campo Formoso, Filadélfia, Jaguarari, Pindobaçu, Ponto Novo, Senhor do Bonfim, Itiúba, Queimadas, Casa Nova, Curaçá, Juazeiro, Remanso, Sento Sé, Sobradinho, Uauá, Campo Alegre de Lourdes e Pilão Arcado.

GOVERNO E FIDA INAUGURAM 1ª AGROINDÚSTRIA DO PRÓ-SEMIÁRIDO


O presidente do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Kanayo Nwanze, e o diretor para a América Latina e Caribe, Joaquim Losano, chegam à Bahia nesta terça-feira (19), para uma visita oficial de dois dias a comunidades rurais que receberam investimentos do acordo de empréstimo entre o FIDA e o Governo da Bahia.

Na quinta-feira (21), a comitiva do FIDA juntamente com o governador Rui Costa, inauguram a Agroindústria de Processamento de Frutas da Cooperativa de Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), na sede do município de Uauá.

Foram investidos recursos da ordem de R$ 4 milhões em obras, equipamentos, capacitações e assistência técnica para fortalecer a cadeia produtiva do umbu, do maracujá do mato e outras frutas nativas da caatinga.

A agroindústria com capacidade instalada de produção anual de 800 toneladas irá modernizar a produção, diversificar o mix de produtos e proporcionar o aumento da renda dos agricultores familiares da região. Serão beneficiadas um total de 3.225 famílias expandindo o número de famílias atualmente assistidas pela Coopercuc que é de 872.

A agroindústria da Coopercuc é a primeira unidade implantada pelo Pró-Semiárido, projeto do Governo do Estado a partir de acordo de empréstimo com o FIDA, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), executada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).